Sobre o Anuário da Fotografia

O melhor estudo do Mercado Fotográfico brasileiro atual

Um dos grandes desafios para quem quer empreender na fotografia é entender o mercado fotográfico atual. A história da fotografia, em seus mais de 170 anos, nunca se transformou tanto e tão rápido como nos últimos anos. 


Portanto é preciso acompanhar o mercado, conhecer seus números e seus nichos para saber como estar melhor inserido, como melhor contribuir e como definir estratégias vencedoras nesse mercado que é fascinante e desafiador ao mesmo tempo.

Sobre-o-Anuário-da-Fotografia

Adrianna Calvo (pexels.com)

O Anuário da Fotografia - como surgiu!

O Anuário da Fotografia  foi criado a partir da necessidade de informações atualizadas e confiáveis sobre o mercado geral da fotografia. 


Podemos conseguir ótimas informações em muitos portais de conteúdo especializados no mercado fotográfico, como a Fhox, a Fotografe Melhor, Editora Photo.


No sentido amplo do mercado fotográfico, nesses portais, encontramos frações de uma realidade que é bem ampla e digamos complexa.


A Alboom, plataforma líder em soluções para fotógrafos e criativos, em muitas ocasiões sentiu a falta de acompanhar o mercado de forma mais analistica, fazendo analises mais criteriosas ou numéricas por assim dizer. 


Muitos vivem do achismo. As vezes é importante dizer: muitos fotógrafos experientes e empreendedores veteranos no setor da fotografia se equivocam, assumindo que o mercado é de um jeito quando é de outro.

Gratidão do mercado fotográfico

Nós fazemos parte do mercado da fotografia. E não o contrário.


Somos uma pequena engrenagem em um sistema gigante. Esse sistema, o mercado fotográfico, é algo que pode ser muito fascinante e simples para alguns, mas na verdade, em se falando de mercado, é amplo, complexo e com vários nichos ou setores.


O mercado fotográfico, como vocês devem saber, é um mercado incrivelmente fascinante.

É uma arte. É ciência. É um mercado vibrante, cheio de novidades o tempo todo, ao mesmo tempo que a base da fotografia de certa forma continua a mesma.


Há muita gente que acha que o mercado precisa ser "desconstruído", para evitar uma palavra mais forte.


Nos nao achamos.


Achamos que o mercado da Fotografia Profissional precisa evoluir, se transformar, se modernizar, ressaltar a arte da fotografia em sua essência.

negocio-da-fotografia

NeONBRAND (unsplash.com)

Mas como evoluir e transformar o mercado?

Para transformar ou evoluir o mercado fotográfico é preciso entendê-lo.


Como dissemos, o mercado fotográfico é vibrante. Mesmo com a pandemia, há - mesmo assim - demanda por serviços ou produtos fotográficos.


No mercado, as vezes não percebemos que seguimos modelos comerciais que ao longo do tempo, anos ou décadas, foram se firmando como modelo, como prática de trabalho.


Às vezes a melhor forma de agregar valor e satisfazer o cliente, é fazendo o que o mercado faz. Nesse sentido leia-se mercado o que muitos fazem.


O mercado é maior que a gente. E não importa se somos um renomado fotógrafo ou uma grande empresa, o mercado é o grande conceito e que precisa ser sempre acompanhado de perto.


Como o Anuário da Fotografia, principalmente em nossa primeira edição, queremos viabilizar esse entendimento geral do mercado fotográfico como poucos outros estudos fizeram no Brasil.

Uma forma de gratidão ao mercado da fotografia

O Anuário da Fotografia, desde sua idealização, foi pensado em se tornar uma fonte de informação confiável e acessível a todos.


Por isso seu acesso é gratuito e também digital, em formato PDF.


E trabalhamos em conjunto com as principais marcas e profissionais do mercado para ajudar na divulgação.

fotografia-profissional

Albuu - Design de Álbuns (unsplash.com)

O impacto que o Anuário da Fotografia no mercado

O fato de não existir um relatório organizado e atual sobre o mercado fotográfico prejudica fotógrafos, profissionais do setor e até mesmo as grandes empresas.


É um mito pensar que basta ter dinheiro para ter informação. Por isso, mesmo empresas grandes sem boas informações sofrem para tomar decisões.


Na Alboom, continuamente, precisamos identificar, mensurar e entender os desafios que a comunidade de fotógrafos tem pela frente. 


E sabemos que os fotógrafos precisam estar atento a tendências e novas dinâmicas no setor.


Também é preciso conhecer marcas e profissionais que podem ajudar em novas estratégias.


Acreditamos, assim, que o impacto do Anuário da Fotografia, já em sua primeira edição, será enorme.


No Anuário da Fotografia tentamos trazer os principais elementos que formam esse bem diverso mercado que é o mercado da fotografia.


Incluímos, da melhor forma possível, aspectos sociais, econômicos e tecnológicos. E incluímos um mapeamento das empresas mais utilizadas segundo as pesquisas.

Propósito do Anuário da Fotografia

O Anuário da Fotografia surgiu da visão de tentar organizar e tornar acessível informações sobre o mercado fotografico brasileiro.


Foi dado um foco especial para em ajudar os fotógrafos profissionais, estúdios fotográficos e empresas no setor, como encadernadoras e lojas, possam crescer melhor e gerarem mais valor no mercado, inclusive com melhor consciência e visão do setor fotográfico.


Queremos também imaginar que o anuário possa gerar um maior apreço pelo mercado, aos profissionais e empresas envolvidas.


Acreditamos que o mercado da fotografia é próspero, diverso e muito inclusivo, embora não seja tarefa fácil para um profissional ou empresa encontrar seu nicho ideal e trabalhar de forma sinérgica com vários grupos envolvidos.

A primeira edicao: Tema Gratidao pela Fotografia

Ao longo da elaboração de como seria a primeira edição do Anuário da Fotografia, nós definimos como tema central a gratidão pelo mercado da fotografia.


Como foi falado, nos admiramos o mercado e achamos ele próspero e rico em todos os sentidos, sem falar que embora há muitos desafios pela frente, acredito que ele tenha um potencial muito promissor para crescer e se aprimorar.


A plataforma de pesquisa foi aberta em 04 de março de 2020 e terminou em 15 de junho de 2020, com 5.222 pesquisas preenchidas.


A edição já está disponível para download neste endereço:

https://www.anuariodafotografia.com.br

setor-fotografico

cottonbro (pexels.com)

Conteúdo geral do Anuário da Fotografia 2020 

Fizeram parte da pesquisa as seguintes categorias de dados do mercado fotográfico:


  • Dados profissionais, demográficos e econômicos;
  • Fabricante de câmera;
  • Sistema de Edição de imagem;
  • Sistema de Diagramação de álbuns e foto livros;
  • Encadernadora mais utilizada;
  • Plataforma de site;
  • Domínio de site;
  • Sistema para compartilhamento e entrega de fotos;
  • Canal de conteúdo para fotógrafos;
  • Associacoes de fotógrafos;
  • Influenciadores e mentores para fótografos;
  • Canais de divulgação do portfólio do fotógrafo;
  • Métodos de pagamento utilizados;
  • Mensagens de gratidão a marcas e profissionais.

Metodologia

Foi aplicado uma metodologia de análise de dados junto com o conhecimento de mercado da fotografia para criar um panorama que mostre dados sociais, econômicos, demográficos e tecnológicos de forma simples e direta.


Foi utilizado, sempre que possível, termos e nomenclaturas comumente usadas no mercado. Evitamos criar termos ou dar nomes diferentes do que consideramos mais comum ou popular.


Com o objetivo de mostrar, da melhor forma possível o setor da fotografia profissional no Brasil, a elaboração da pesquisa teve como foco o fotógrafo profissional.


Para certas análises, foram excluídos pesquisas submetidas que descaracterizam os critérios estabelecidos.


O Anuário da Fotografia se assessorou com profissionais e empresas do mercado para produzir o melhor resultado possível.


O Anuário da Fotografia fez seu melhor esforço para identificar a pessoa que preencheu a pesquisa, excluindo pesquisas que duplicadas ou que não tiveram a identificação da pessoa. 

Canais de Divulgação e Website

Para a coleta de dados, foram utilizados diversos canais de divulgação como email, Facebook, Twitter, Linkedin, Websites, Podcasts e outros canais de mídia.


Também foi promovido e divulgado de forma indireta, com compartilhamento por parte de empresas e participantes na forma de posts e reencaminhamentos de mensagem.


O Anuário da Fotografia investiu também em Mídia Paga nas Redes Sociais e realizou parcerias comerciais com o propósito de promover a coleta de dados, aumentando a divulgação do Anuário em todo brasil.

Canais de Divulgação e Website

A Alboom possui os direitos do Anuário da Fotografia e está a cargo da realização da coleta de dados, análises e da publicação.

fotografia-brasileira

Asad Photo Maldives (pexels.com)

© 2019 - 2021 - Anuário da Fotografia. Todos os direitos reservados    |  Termos de uso  |   Politica de Privacidade